FANDOM


Behemo Barisol
Behemoavatar
Informações Técnicas
Japonês ビヒモ=バリーゾール
Romaji Bihimo Bariizooru
Outros Nomes Mestre do Paraíso Celestial
Levia-Behemo
Bufuko (pseudônimo)
Ren (por Kayo Sudou)
B (ID online)
Vocaloid

Kagamine Len

Informações Biográficas
Classificação Humano
Terráqueo (até a morte)
Deus
Gênero Masculino
Cor dos Cabelos Loiro
Cor dos Olhos Azul
Afiliações Paraíso Celestial
"Por favor, fique tranquilo. Não farei nada desnecessário. Por enquanto... é isso."
―Behemo[src]

Behemo Barisol, também conhecido como o verdadeiro Mestre do Paraíso Celestial, foi um dos quatro deuses no universo de Evillious. Originalmente um humano do Primeiro Período, Behemo uniu-se aos terráqueos no universo digital, trazendo-os para a realidade a fim de reviver o mundo destruído. Posteriormente uniu-se a Levia na rebelião dos terráqueos contra Hazuki, sendo selado no Pecado e reincarnando no corpo de Elluka Chirclatia.

HistóriaEditar

Antes da SimulaçãoEditar

"No final da discussão, o deus do sol transformou os deuses gêmeos que se recusavam à obedecer-lhe em um dragão de duas cabeças. Banidos de suas posições como deuses, o irado dragão, junto com seis familiares, tentaram destruir o terceiro paraíso que criaram."
―Trecho da Bíblia de Levin, Velho Testamento, Livro 1, Gênesis.[src]

Behemo Barisol vivia no tecnologicamente avançado Primeiro Período, na Terra.[1]Filho único do rico Barisol, Behemo gostava de brincar de bonecas e mais tarde desenvolveu afinidade por crossdressing, para o desgosto de seus semelhantes. Mais tarde, Behemo começou a namorar uma empregada contratada por ele. Quando um dia ele pediu suas roupas emprestadas para que pudesse usá-las, a mulher, frustrada, negou seu pedido.[2]

Durante esse tempo, a humanidade criou um mundo virtual conhecido como Segundo Período. Por ter amizade com um de seus desenvolvedores, Behemo pediu que seu avatar fosse baseado em uma garota, Levia Barisol, para que fosse mais parecido com seu "eu" ideal. Quando os avatares se tornaram avançados o suficiente em termos de inteligência e tecnologia, o humanos do Primeiro Período decidiram criar uma pandemia na forma da doença HER. Contudo, Levia fez contato com o Primeiro Período, pensando que Behemo era uma versão dela mesma de um universo paralelo.[3]

Mais tarde, Behemo se escondia no canto do quarto, de vozes agressivas que o chamavam. Os membros de uma boneca estavam espalhados pelo chão. Ele se viu resgatado por Levia,[4] criando um novo avatar de si mesmo no Segundo Período, dessa vez, sem mudanças.[5]

Fuga da RealidadeEditar

Estando no mundo digital, Behemo trabalhou na clínica do Professor Held Yggdra, demonstrando aptidão e se tornando tornando colega de trabalho de Levia.[6] Durante esse tempo, Behemo teve Held e Lich Arklow, como professores,[7] e olhos artificiais foram implantados em seu corpo.[8] À medida em que o Segundo Período entrava em colapso devido a contaminação de HERs pelo mundo, Behemo, Levia, e outros 70 cientistas embarcaram no Climb One, uma de várias naves espaciais, com o objetivo de encontrar planetas inabitados e povoá-los.[9]Behemo então, fez algo para que Climb One saísse do universo digital e os trouxesse para o mundo real.[10]

Como perderam contato com todas as outras naves, os tripulantes do Climb One perceberam que eram os únicos habitantes da Terra. Decidiram então criar novas espécies, e Behemo foi encarregado de criar seus corpos. Uma de suas criações se assemelhava a algo como um dragão.

Depois de encontrar um novo planeta pra habitar,[11] o verdadeiro planeta Terra,[12] eles estabeleceram a construção do novo mundo e das novas espécies. Montaram um novo laboratório que recebeu o nome de Lunaca Labora, e conduzia a um local chamado o Cemitério,[13] cuja responsabilidade foi entregue a Behemo.[14] Durante esse tempo, Behemo também participou da instalação de um laboratório de pesquisas na lua que ficava acima do planeta.[15]

Enquanto isso, Seth Twiright, um HER que misteriosamente embarcou no Climb One, incitou a morte de 62 membros da tripulação e contaminou as novas espécies com a possibilidade de desenvolverem a Síndrome de HER. O restante da tripulação, incluindo Behemo, propôs que reincarnassem como deuses no novo mundo, para auxiliar os humanos. Behemo não sabia que Levia estava contaminada com HER.[16] Quando Held e Hazuki não concordaram com a ideia, Behemo se juntou a luta e foi morto com todos os outros na queda do Pecado, deixando para trás apenas seus dados espirituais. Apesar de Behemo e Levia haverem planejado escapar usando o corpo de dragão feito por ele, Held e Hazuki descobriram o plano antecipadamente e os sabotaram.

Behemo e o resto dos sobreviventes permaneceram presos em Climb One por algum tempo, enquanto os novos seres humanos começavam a construir sociedades.[17] Mais ou menos nesse período, eles esqueceram a existência de alguém da tripulação, que havia se tornado a deusa da lua.[18] Eventualmente, os humanos de Levianta descobriram Climb One. Levia e Behemo começaram a sussurrar uma detalhada narrativa da criação do Terceiro Período para Alice Merry-Go-Round, narrativa esta que a tornou reconhecida como profeta, e a eles mesmos como deuses. Ambos se tornaram adorados na nova Igreja Levin e foi erguido um templo chamado Arca do "Pecado" ao redor de Climb One.[19]

Falsos Deuses Editar

Se estabelecendo como divindades, os terráqueos entraram em contato com Seth Twirith, que havia reincarnado como humano e mais tarde se tornado cientista no novo Reino Mágico de Levianta. Tendo sucumbido à Síndrome de HER, Behemo e os outros conspiraram com Seth para destruir o Terceiro Período. Como Seth recusou-se a transferí-los para novos corpos, Levia e Behemo planejaram criar corpos apropriados para si mesmos, com DNA terráqueo. Assim, eles poderiam usar a Blackbox Tipo L e libertar todos que estavam presos dentro de Pecado.[20]

Em BT 005, os dois "deuses", fingindo-se como os pais de Alice, disseram a ela que destruiríam o mundo caso seus adoradores não purificassem a Arca do Pecado criando receptáculos humanos para eles.[21]A Profeta Marry-Go-Round compartilhou as mentiras dos deuses gêmeos e deu início ao Projeto"Ma", cuja finalidade era criar os receptáculos adequados para a encarnação dos deuses. Em 27 de Dezembro, EC 0, o projeto finalmente produziu os gêmeos Hansel e Gretel, apenas para sua mãe Meta Salmhofer fugir com ambos pouco depois. Conforme o Projeto "Ma" continuava falhando através dos anos, a impaciência de Levia e Behemo aumentava.[22]

Depois de Kiril Clockworker testemunhar sua noiva Elluka Chirclatia ser assassinada por sua irmã Irina em EC 013, os deuses gêmeos decidiram aliciá-lo a libertá-los do Pecado transferindo-os para o corpo de dragão. Não queriam esperar até novos corpos crescessem, e sabiam que Kiril sendo um clone da forma humana de Seth, poderia usar a Blackbox Tipo L.[23] Levia convenceu Kiril a ir para o Pecado e usar a Arte Secreta dos Clockwork para restaurar o dispositivo envelhecido,[24] e assim poder usá-lo. Antes que Levia e Behemo pudessem ser transferidos para o corpo de dragão, a besta sem consciência tornou-se violenta e destruiu a arca. A Blackbox transferiu Levia e Behemo para o cadáver de Elluka e explodiu em seguida, por ser usada de maneira errada.[25]

Feiticeira Eterna Editar

Artigo Principal: Elluka Clockworker

"A maga. Quando ela ainda era "Elluka Clockworker", no verdadeiro sentido do termo."
―Ma a respeito da reencarnação de Levia e Behemo[src]

Uma vez no corpo de Elluka, Levia tornou-se a consciência ativa, enquanto Behemo permaneceu adormecido no subconsciente.[26] Alguns anos mais tarde, "Elluka CLockworker" encontrou-se com Held, e aceitou a missão de encontrar os recipientes do pecado para passar o tempo, já que agora ela era imortal.

Com o passar dos séculos, Elluka viajou pela região de Evillious, ajudando qualquer um que cruzasse seu caminho. Acabou por se envolver no Incidente Venomania,[27] no Desaparecimento de Conchita,[28] na Guerra da Expansão de Lucifênia, e no reinado do mal de Rilliane. Neste último, Elluka providenciou corpos para que dois espíritos da floresta de Held, Michaella e Gumillia, encarnassem como humanas, e tornou Gumillia sua aprendiz.[29]

Elluka e sua aprendiz continuaram sua busca através do continente enquanto perseguiam Irina Clockworker, que também estava atrás dos recipientes. Após Erluka confrontar Eve Moonlit e forçar o espírito da bruxa a fundir-se com o seu, todas as suas memórias como Levia retornaram. Negando sua verdadeira natureza, Elluka continuou sua perseguição ao gato vermelho Irina e eventualmente duelou com a mesma no Planalto de Merrigod em 30 de Janeiro de EC 611.[30] Após Irina ativar a Blackbox Tipo S, Levia e Behemo forma transportados para o próprio mundo psicológico de Levia.[31]

Reacordado Editar

"Agora, que tal voltarmos ao nosso duelo!? Levia, e— você aí que está com ela! Behemo!"
―Irina Clockworker[src]

Manifestando-se agora em sua forma original, Behemo subiu as escadas do ilusório templo de Leviantan que estava diante dele e no topo encontrou-se com Irina e Gumillia em suas formas originais. Reconhecendo Gumillia do Climb One, ele a cumprimentou como um dos "deuses familiares", mas em seguida percebeu que como resultado da reencarnação, ela havia perdido todas as memórias. Ele então cumprimentou Irina, reconhecendo-a como uma dos "ghouls" que Seth havia criado copiando seu método.

Após Eve Moonlit e Levia subirem pelas duas escadarias restantes, Behemo permaneceu em silêncio enquanto sua irmã discutia com Irina sobre a verdadeira identidade de "Elluka Clockworker". Após isso, Behemo continuou observando enquanto Irina revelava como havia feito experimentos com Eve dentro da Boneca Clockwork, dando a Eve a habilidade de convocá-los ao Tribunal. Após serem todos convocados ao "Tribunal", uma dimensão de julgamento imparcial que tornava possível a morte de deuses, Irina desafiou Levia e Behemo a continuarem seu duelo.

Quando Levia tentou explicar a uma confusa Gumillia o hábito peculiar de Behemo, ele a repreendeu por seu hábito de constrangê-lo, argumentando que não havia nada de errado com isso. Seguiu-se uma discussão, e citou que foi um grande erro dos deuses permitir que Seth escapasse de seu mundo em ruínas sem se dar conta de que o mesmo era um HER. A maga disse que era seu dever exterminar os deuses e todos relacionados á eles, quando foi interrompida pelo surgimento do Demônio da Gula, afirmando que não apenas o deuses quem deveriam ser mortos, mas todos os seres que existem. O duelo então começou com as magias de Irina, Levia e do Demônio em confronto.[32] A explosão resultante arremessou Behemo para fora do Tribunal.[33]

Encontro no Inferno Editar

"Parece que aquilo foi apenas para me jogar no inferno!"
―Behemo para Gumillia[src]

Após a explosão, Behemo foi parar no Submundo. Sem saber como chegar ao mundo terreno à partir dali, viajou até os portões do Paraíso Celestial e encontrou Seth em sua forma original de máscara. Ele então começou a pisotear o demônio e só parou quando Gumillia o abordou. Cumprimentando-a, Behemo a explicou como aparentemente a explosão o havia trazido ali. Depois de apresentar Seth à uma intrigada Gumillia, ele especulou que o Demônio da Gula parecia haver aberto um buraco quando entrou no mundo mental de Levia. Em resposta às perguntas de Gumillia, Behemo admitiu que não fazia ideia de onde Levia, Eve ou o Demônio da Gula estavam.

Além disso, explicou que não sabia o caminho para o mundo terreno e sugeriu que fizessem uma visita ao paraíso para perguntar à Held.Quando Seth pediu que fosse deixado para trás, não querendo ir ao paraíso e muito menos interessado em ir ao mundo terreno, Behemo obedientemente o jogou de volta ao chão. Depois de passar por entre as portas, Behemo notou que Gumillia não havia o seguido; e aprendeu que ela não poderia passar pois era uma mortal ainda viva. Quando Gumillia novamente o perguntou sobre o que fazer, Behemo à disse que apenas o Mestre do Paraíso Celestial saberia como voltar dali para o mundo terreno, e que a Mestre era Levia.

Quando Gumillia decidiu que iria esperar Levia ir buscá-la, Behemo divertiu-se e relatou sobre como ele e Levia haviam desejado destruir o mundo. Ele ele refletiu sobre como, irônicamente, se o mundo terreno fosse destruído, como a fronteira entre o Paraíso Celestial e o Paraíso Celestial seria apagada, sendo possível que Gumillia saísse e Levia fosse ao inferno livremente. Quando perguntado, esclareceu que ele mesmo não tinha mais vontade de destruir o Terceiro Período. Depois de um tempo, Behemo informou Gumillia de que um miasma que se alimentava das almas permeava o inferno. Ele fez suas despedidas e foi para o Paraíso Celestial.[34]

Retorno ao Paraíso Editar

"Acabei de dar uma olhada no que aconteceu enquanto eu estava dormindo. Eu tenho o direito de saber, não tenho?"
―Behemo para Held[src]

Uma vez no Paraíso Celestial, Behemo ficou surpreso em como o panorama da lua estava diferente. Onde era o centro de pesquisas, agora haviam campos de arroz. Após concluir que aquilo era feito de TALOS, que havia se tornado o deus sol do mundo, Behemo esfregou os olhos e decidiu procurar pelo Gravador Akáshico na Caixa Preta de TALOS para checar o progresso do Terceiro Período. Encontrando-a, ficou frustrado ao descobrir que estava trancada. Com TALOS ausente, Behemo mudou o canal em seu olho artificial para examinar o funcionamento interno da caixa, e ficou surpreso ao perceber que havia uma alma humana lá dentro.

Usando um mecanismo de microfone, ele conversou com a alma e descobriu que "Sickle" havia a prendido lá, por razões desconhecidas. Apresentando-se como antigo colega de "Sickle", Behemo tentou persuadir o humano suspeito a que o ajudasse à libertá-lo. Perguntando-lhe seu nome, descobriu que o garoto se tratava de Allen Avadonia. Após ensiná-lo como sair da caixa e observar enquanto o garoto ia em direção aos Campos Elíseos, Behemo entrou na caixa sozinho. Encontrando o gravador, Behemo soube de todos os acontecimentos do Terceiro Período até aquele momento.

Revendo a história do mundo terreno, Behemo descobriu mais sobre Allen e seu papel como uma das "chaves" para a criação do mundo, assim como Levia, Irina e Eve haviam se fundido e se tornado uma só, Ma. Vários de seus antigos colegas terráqueos haviam reencarnado como Demônios Pecadores. Ele também descobriu que muitos dos ghoul que Seth havia criado estavam congeladas nas instalações subterrâneas do Castelo Hedgehog, em Marlon, tendo um deles escapado e se misturado aos humanos. Assim que terminou, Behemo meditou sobre tudo que havia descoberto. Irritado com o que sabia sobre Seth, em particular, ele decidiu eliminar o resto das ghouls que estavam no mundo terreno.

Usando a Blackbox, ele enviou uma mensagem para que a família Zorach, responsável pelas instalações Freezis, desse fim aos aparelhos e aos ghouls dentro delas. Depois que suas ordens foram cumpridas, encontrou seu antigo mestre, Held, o aguardando junto a Allen. Após Held repreendê-lo por seu comportamento, Behemo revoltou-se por sua lealdade à Sickle. Held argumentou que Sickle era muito mais decente do que um "travesti" e uma "mulher histérica". Behemo questionou, mas Held mudou de assunto dizendo que Allen deveria ser colocado na caixa antes que Sickle retornasse, e Behemo concordou porque já havia terminado de examinar o gravador.

Antes de retorná-lo para a Blackbox, Allen disse que precisava encontrar-se com alguém. Reconhecendo de que se tratava de Riliane, Behemo sorriu e o repreendeu por não tê-la encontrado nos Jardins dos Campos Elíseos. Após sugerir que Riliane reencarnaria no oriente em mais ou menos duzentos anos, Behemo despediu-se e foi embora.[35]

Empregada Oriental Editar

Em EC 828, Behemo reencarnou Allen em Jakoku para que se encontrasse com Riliane como planejado, mesmo que isso pudesse trazer consequências desastrosas. Quando Sickle, enfurecido, ordenou que ele recuperasse Allen, Behemo decidiu ignorar e se disfarçou como uma mulher humana até que Allen provavelmente falhasse em encontrar-se com Riliane.

Identificando-se como "Bufuko", Behemo tornou-se servo do samurai Anan, da Família Octo. Após o grande incêndio ocorrido em Enbizaka, EC 838, Bufuko ficou encarregada dos cuidados de Kayo Sudou, quase morta no incêndio e resgatada pelo Magistrado Gato Octo. Através dos anos, Bufuko alimentou e cuidou da desamparada alfaiate até que tivesse saúde. Kayo repetidamente o confundia com seu filho morto, Ren.

Em EC 842, o médico local de Enbizaka fez uma visita à Kayo e Bufuko e descobriu que Kayo estava milagrosamente recuperada. Antes de preparar o jantar, Bufuko conversou com o homem sobre sua experiência médica. Depois de serví-los, observou enquanto Anan entrava e mais uma vez interrogava Kayo sobre o paradeiro das lâminas de sua família. Quando Anon disse que Kayo deveria ser despejada da residência dos Octo, Bufuko argumentou que sua mente não estava totalmente recuperada.

Anan explicou que agora estava prestando serviços à Fundação Freezis e que Bufuko deveria retornar com ele para serví-lo. Depois de lamentar, Bufuko pediu á Kayo que costurasse para ela um uniforme de empregada, então se despediu e partiu com Anan para a casa de comércio. Mais tarde naquele ano, Kayo fez uma visita, e para o deleite de Bufuko, entregou-lhe o uniforme.[36] Durante seu trabalho, Bufuko obteve Grim, O Fim por acaso, quando a chave chegou em um navio mercante. Mais tarde, quando um novo empregado da casa de comércio chamado Inukichi apaixounou-se por Bufuko, foi completamente ignorado,[37] para eventualmente aceitar um encontro devido á persistência do rapaz.

Quando Saruteito, uma membra do Clã Lang aproximou-se da casa de comércio e começou a chamar, Bufuko correu para a atender e soube que ela queria falar com Anan Octo. Embora ela não tivesse uma consulta marcada, Bufuko avisou seu mestre.[38] Quando Kayo foi capturada por seus assassinatos e as tentativas de execução falhavam, Bufuko roubou as tesouras de Kayo que haviam sido confiscadas. Em posse das tesouras e de Grim, o Fim, Bufuko aproximou-se de Kokutan-douji e o chamou para uma conversa privada na alfaiataria de Kayo, planejando pôr um fim à essa charada.[39]

O Conto de Enbizaka Editar

Bufuko tentou entregar as tesouras ao garoto, mas ele se recusava em recebê-las. Bufuko então percebeu que Kokutan ainda não havia recuperado as lembranças de sua vida anterior, graças à influência de Rahab. Usando Grim, o Fim, Bufuko retornou as lembraças de Kokutan e revelou sua verdadeira identidade como o deus Behemo. Explicou-o como havia sido enviado por Sickle para buscá-lo, e como Kayo havia cometido os assassinatos para vingar-se de Kai Miroku, que havia sido responsável pelo incêndio em Enbizaka.

Saben do do desejo de Kokutan de salvar Kayo de seu destino imortal antes que ele partisse, Behemo o presenteou com Grim, o Fim e sugeriu que mudasse sua forma para uma espada, para que pudesse executar Kayo com ela. Após alertá-lo para ser cuidadoso, já que a não havia mais um demônio dentro da chave, Behemo mandou o garoto embora.[40] Então, quando estava preparado para ascender ao Paraíso Celestial, Behemo foi até o recife onde Rahab estava em confronto com Ma. Ignorando Ma completamente, Behemo encontrou o espírito desencarnado de Kagura Octo e ofereceu-lhe uma carona para o Paraíso Celestial.

Tendo voado de volta para Onigashima, Behemo conversou com Kagura sobre os acontecimentos recentes. Sobre o que havia acontecido com Grim, o Fim, e sua decepção com o mundo terrendo, em particular com o destino de Kayo. Então, foram até o local onde eram realizadas as execuções em Enbizaka para encontrarem-se com Kokutan-douji.[41] Kokutan despediu-se de seus amigos com a desculpa de que Bufuko o levaria para conhecer seus verdadeiros pais. Então finalmente, Behemo ascendeu ao Paraíso Celestial levando Kokutan e Kagura junto.[42]

Fim do Mundo Editar

Quando Nêmesis Sudou destruiu o mundo em EC 999, Behemo caiu do Paraíso Celestial[43] e foi parar no Cemitério. Usando seus olhos artificiais, Behemo observou de longe o encontro de Allen e Riliane no Teatro do Mal.[44] Após Nêmesis e Allen serem derrotados por Ma, Behemo teleportou-se para dentro de Climb One, revelando-se como o verdadeiro Mestre do Paraíso Celestial. Ele explicou à Allen sobre a natureza do Primeiro Período e como os terráqueos do Segundo Período eram avatares online trazidos para o mundo real.[45] Depois de Allen e Riliane decretarem o Re_nascimento para criarem o novo mundo, Behemo tornou-se um dos membros do chat em grupo "Evillious", e comentou sobre o estado do novo mundo.[46]

Traços e Personalidade Editar

"Esse cara certamente é meu irmão... Eu gosto dele... Mas que é um esquisito, ele é."
"Poxa, mana, isso é tão cruel! O que tem de errado em um homem se vestir como mulher?
"
―Levia e Behemo[src]

Behemo foi um homem excêntrico. Como principal criador das formas físicas dos humanos, tinha muito orgulho de seu trabalho e era relutante em prejudicar sua criações, uma vez que elas começaram a se desenvolver por contra própria.[47] Também era similarmente interessado no progresso dos humanos, e se divertiu fingindo ser um e conhecendo pessoas interessantes.[48] Da mesma forma, tinha enorme desprezo por Seth Twiright e seu método de criar os ghouls, vendo-os como cópias inferiores não tendo escrúpulos em eliminá-los para que não se misturassem com os humanos.[49]

Apesar de extremamente habilidoso, Behemo era depravado em seu comportamento, e muitas vezes agia com falta de profissionalismo. Irreverente, fazia comentários maldosos sobre seus colegas.[50] Não se importava com o que achavam sobre ele, e era visto por sua irmã como um homem excêntrico. Behemo gostava de se travestir e praticar atividades tipicamente femininas, como fazer compras,[51] usar maquiagem. Brincava com bonecas como se fosse uma criança, e de todas as roupas, preferia os uniformes de empregada,[52] mesmo que se identificasse como homem.[53] Seu comportamento insolente se estendeu á forma como tratava seus colegas do Segundo Período.[54]

Comportando-se como um HER, Behemo não demonstrava hesitação. Apesar do orgulho de sua criações e o desejo de recriar a humanidade, quando suas ambições foram negadas, se dispôs a matar Hazuki e Held, e em conjunto com Levia, planejou a destruição do mundo.[55] Embora mais tarde tenha afirmando não ter mais esse desejo,[56] continuou resistindo à autoridade de Held e Sickle, e quase instigou uma calamidade permitindo que Allen e Riliane se encontrassem.[57] Da mesma maneira, não hesitou em destruir os ghouls por não serem criações suas.[58] Apesar de ser de grande ajuda para outras pessoas como foi para Kayo e Allen, a definição de moral de Behemo se adequava à qualquer que fosse seu objetivo.[59]

Talentos e Habilidades Editar

"Eu sou um deus. Deuses são bons em várias coisas."
―Behemo[src]

Behemo foi um inteligente cientista especializado na criação de corpos artificiais, sendo a mente por trás dos corpos dos humanos e de seres de fantasia como dragões.[60] Além disso, também era habilidoso no manuseio da tecnologia do Segundo Período, embora não tivesse experiência com dispositivos mecânicos mais complexos.[61] Tendo olhos artificiais implantados, Behemo podia configurar sua visão ao comando de seu cérebro, permitindo que enxergasse à grandes distâncias,[62] assim como através de superfícies sólidas e em completa escuridão.[63] A bela aparência de Behemo tornava difícil distinguí-lo de uma mulher.[64]

Após tornar-se um deus, Behemo passou à possuir extrema longevidade e reencarnação automática após a morte.[65]Apesar disso, ele estava sujeito às regras do Terceiro Período, mesmo que estivesse livre para se mover entre os mundos sem nenhum perigo e pudesse adentrar o Paraíso Celestial sem ser queimado.[66] Behemo também possuía grande poder mágico e era capaz de voar. [67]

Relações Editar

Levia Barisol: A contraparte de Behemo no mundo digital. Conceituando-a como um ideal de si mesmo, posteriormente ficou chocado quando ela fez contato com o mundo real, eventualmente juntando-se à ela como um avatar. Apesar de disposto à trabalhar com sua "irmã", os dois tinham uma relação complicada, e Levia envergonhava-se do comportamento irreverente de seu irmão. Quando Levia foi absorvida na entidade Ma, Behemo passou à ignorá-la, negando que a entidade fosse sua irmã.

Luna Hazuki: Uma colega de Behemo. Trabalharam juntos por um bom tempo durante o Segundo Período, mas Behemo estava disposto à matá-la durante a criação do Terceiro Período.

Held Yggdra: Um dos instrutores de Behemo. Behemo foi aprendiz e funcionário na clínica de Held, apesar de mais tarde criticá-lo por sua forte lealdade à Sickle.

Kayo Sudou: Uma mulher que Behemo conheceu quando estava no disfarce de Bufuko. Behemo chegou à se preocupar com ela, cuidando de sua saúde até que se recuperasse totalmente. Mais tarde, comentou que a achava uma pessoa interessante.

Anan Octo: Mestre de Bufuko, que o servia respeitosamente como empregada, apesar discutir quando discordava de suas decisões.

Trívia Editar

Concepção e Origem Editar

  • O nome de Behemo é devirado de Behemoth, um grande animal terrestre na mitologia Judaico-cristã. Junto com Leviatã, seria morto por Deus e servido como banquete no paraíso para as almas justas.
  • Seu hábito de se travestir, particularmente de empregada, vem da subcultura contemporânea japonesa do otokonoko, onde uniformes de empregada eram a vestimenta mais comum.

Curiosidades Editar

  • Mikhail Asayev é considerado herdeiro de Behemo, tendo nascido com um olho artificial.[68]

GaleriaEditar

ApariçõesEditar

Referências Editar

  1. Pecados Mortais : Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  2. Os Filhos de Barisol eram filhos únicos
  3. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  4. Os Filhos de Barisol eram fílhos únicos
  5. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  6. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - Prólogo
  7. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 2
  8. Quinto Pierrô - História Bônus
  9. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  10. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso - Capítulo 11, Parte 2
  11. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  12. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  13. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  14. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - Glossário
  15. Quinto Pierrô - História Bônus
  16. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  17. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  18. Sete Crimes e Punições (história) - Episódio Bônus
  19. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  20. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  21. Rainha de Vidro
  22. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  23. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  24. Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  25. Sete Pecados Capitais: A Ira de Nêmesis - 7
  26. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  27. Pecados Mortais: A Loucura do Duque Venomania - Epílogo
  28. Sete Pecados Capitais: Conchita, a Devoradora Repulsiva - Sobremesa
  29. A Filha do Mal: Wiengelied Verde
  30. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  31. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  32. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  33. Sete Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  34. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 4
  35. Quinto Pierrô - História Bônus
  36. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 1, Ato 2
  37. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 1, Ato 6
  38. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 1, Ato 7
  39. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 3
  40. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 3
  41. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 4
  42. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 5
  43. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesisl - 7
  44. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 8
  45. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  46. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 12
  47. Quinto Pierrô - História Bônus
  48. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 4
  49. Quinto Pierrô - História Bônus
  50. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 4
  51. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - Prólogo
  52. Os FIlhos de Barisol eram filhos únicos
  53. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 4
  54. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - História Bônus
  55. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  56. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  57. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 4
  58. Quinto Pierrô - História Bônus
  59. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 4
  60. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  61. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  62. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 8
  63. Quinto Pierrô - História Bônus
  64. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  65. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 2, Capítulo 3
  66. Pecados Mortais: Parte 2, Capítulo 4
  67. Pecados Mortais: A Alfaiate de Enbizaka - Capítulo 4
  68. As Demoníacas Lâminas Gêmeas