FANDOM


AlinhamentoDeHumanos

Os humanos, também conhecidos como terráqueos, eram uma raça de criaturas que moravam principalmente no Terceiro Período. Originários do Segundo Período, a humanidade escapou de sua destruição e repovoou um novo planeta, formando várias civilizações ao longo da história.

História Editar

O Início Editar

Os seres humanos originalmente prosperaram no Primeiro Período, a Terra, tornando-se tecnologicamente avançados o suficiente para gerar um mundo digital conhecido como o Segundo Período.[1] No Segundo Período, os avatares online chamados "terráqueos" também desenvolveram vários avanços tecnológicos e científicos.[2] Mais tarde, os humanos do Primeiro Período criaram uma crise para os terráqueos na forma de HER,[3] que se espalhou entre a população, eventualmente reduzindo-a a um terço de seu tamanho.

Confrontados com a eventual destruição do seu mundo, vários cientistas terráqueos embarcaram em várias naves espaciais, sendo uma delas a Climb One, para procurar planetas habitáveis. Como Climb One perdeu contato com as outras naves espaciais,[4] foi trazido à realidade por Behemo Barisol; sua tripulação acabou decidindo criar novos terráqueos para repovoar o mundo que eles aparentemente haviam descoberto, o Primeiro Período realmente havia sido destruído.[5] Mais tarde, porém, eles mudaram seu plano para criar uma nova espécie inteiramente humana.[6]

Novo Começo Editar

Com o tempo, os terráqueos do Climb One desenvolveram uma nova raça de humanos pela BT 528, especificamente sob a direção de Levia Barisol e Behemo Barisol. Em algum momento durante o processo, Seth Twiright contaminou a nova raça humana com a capacidade de desenvolverem HER. Esses novos humanos começaram então a povoar os continentes do Terceiro Período, denominados, Bolganio e Maistia.

Os humanos eventualmente desenvolveram a agricultura, a escrita e o uso de magia. Após uma briga que se seguiu e a queda de Climb One deixado os dados espirituais dos sobreviventes dos terráqueos presos,[7] os humanos do Terceiro Período escavaram e se reuniram em torno da nave espacial, fundando a religião Levin e construindo o poderoso Reino Mágico de Levianta, ao redor do Climb One.[8]

A humanidade continuou a construir numerosas civilizações que se desenvolveram em grandes poderes soberanos, sendo um dos mais proeminentes o Império Tasan. Cerca de cinco séculos após a sua criação, o Calendário Evilious foi estabelecido pela rainha do Reino Mágico, Alice Merry-Go-Round.[9] Devido à influência de Seth Twiright, HER continuou a se espalhar por toda a população.

Em EC 013, o Reino Mágico foi destruído na Catástrofe de Levianta.[10] Algum tempo depois, o Império Tasan entrou em colapso também, sendo eventualmente engolido pelo rápido crescimento do Império Belzeniano.[11]

Era Medieval Editar

Eventualmente, o Império Belzêniano dominou Evillious, abrangendo quase dois terços de sua área de terra.[12] Em EC 136, uma série de desaparecimentos perpetuados pelo Duque Sateriasis Venomania ocorreu no território de Asmodim, em Beelzenia, e ganhou preocupação internacional. Menos de um século depois, Asmodim declarou sua independência em EC 212.[13] Em EC 301, Levianta foi refundada como Divina Levianta e subsequentemente repovoada.[14]

Em EC 325, o conflito civil iniciou-se em Beelzenia devido à renúncia da Duque Banica Conchita.[15] Asmodim então entrou em guerra com Beelzenia. Após o prolongado conflito, ambos os países foram deixados em farrapos por volta de EC 399.[16] Nesse mesmo ano, o território Lucifênia de Belzênia declarou independência do império.[17] Durante os anos 470 EC, Lucifenia começou a guerrear com Asmodim e Belzênia, tornando-se a nova potência dominante em Evillious como resultado por volta de EC 490.[18]

Durante esse período, a população de Belzênia foi devastada pela Gula.[19] Em EC 499, a população de Lucifênia sob o reinado da Princesa Riliane Lucifen d'Autriche sofria com a fome.[20] Mais tarde naquele ano, a monarca ordenou um ataque ao Reino de Elphegort.[21] Como resultado da seguinte Revolução Lucifeniana, o reino foi colonizado pelo Reino de Marlon.[22] Adotando uma política de imperialismo, Marlon invadiu tanto Beelzenia quanto Asmodean através de Lucifenia em EC 505 antes que a guerra terminasse abruptamente.[23]

Era do Iluminismo Editar

Em EC 508, a Divino Levianta sofreu ataques terroristas decretados por Apocalipse Neo. Dois anos depois, Marlon concedeu a Lucifenia sua soberania, com o antigo reino se reorganizando em uma república.[24] Em EC 573, as nações de Evillious concordaram com o estabelecimento da Polícia Mundial.[25] Décadas mais tarde, em EC 592, o continente da Maistia foi descoberto e posteriormente colonizado pela Fundação Freezis para o comércio.[26]

Em EC 609, a população de Toragay foi dizimada por Margarita Blankenheim, provocando o aumento das tensões internacionais.[27] Imediatamente logo após, uma série de assassinatos em Rolled cometidos por Lemy Abelard causou medo semelhante em diferentes nações. Em EC 776, a Maistia declarou independência, tornando-se conhecida como os Estados Unidos da Maistia.[28]

Era Moderna Editar

Em EC 842, a alfaiate Kayo Sudou causou um incidente que afetou muito a sociedade.[29] Em EC 878, as nações de Lucifênia, Elphegort, Marlon e Levianta assinaram o Tratado de Aishikeru em um esforço de solidariedade, juntando-se para formar o Estados Unidos de Evillious.[30] Um século depois, a corrupção se infiltrou em seu sistema judiciário, alcançando seu ponto alto no Escândalo da Estrela Negra causado por Gallerian Marlon e eventualmente levando à Guerra Civil Leviana em EC 983.[31]

En EC 993,[32] Elphegort invadiu Lucifênia e toda Evillious foi posta em uma Guerra Mundial.[33] Em EC 999, Elphegort lançou sua arma, Punição, em todo o mundo, destruindo toda a vida no Terceiro Período e fazendo com que ele se fundisse com o Submundo.[34]

Fatores Biológicos e Aparência Editar

Terráqueos Editar

Existentes na realidade digital do Segundo Período,[35] os terráqueos eram presumivelmente semelhantes às suas contrapartes da vida real em termos de aparência e biologia. Compostos de corpo e alma, os terráqueos tinham o intelecto necessário para produzir inovações científicas extremamente avançadas, permitindo-lhes criar vida artificial, descobrir mundos paralelos e até alcançar a reencarnação. Apesar desse aparente intelecto, havia também casos de extrema anormalidade em termos de comportamento mental. Além disso, os terráqueos também tinham a capacidade de desenvolver HER, seja por genética ou por outros fatores.[36]

Humanos Editar

Os humanos no Terceiro Período foram projetados para serem idênticos aos terráqueos em termos de sua forma, habilidades cognitivas e fatores biológicos. Como parte disto, muitos traços de humanos também tiveram uma tendência a continuar através de muitas gerações,[37] se não forem influenciados por uma fonte externa como a magia.[38] Algumas genéticas eram tão fortes que levavam indivíduos a serem quase idênticos aos seus ancestrais, mesmo aqueles removidos há séculos.[39] Quando as regras do mundo desmoronaram, a genética humana tornou-se ilógica e levou os pais a conceberem crianças que não se pareciam em nada, ou que nem pareciam humanos.[40]

Da mesma forma, os humanos poderiam nascer com potencial mágico, tornando-os adequados para aprender e usar técnicas mágicas, e o potencial mágico também era uma característica herdada. Alguns humanos também tinham a possibilidade de desenvolver HER, com o potencial de desenvolvê-la, influenciada por uma variedade de fatores e seus efeitos enfraquecendo-se a cada geração subsequente.[41]

Raças e Etnias Editar

Para mais informação, veja: Lista de Raças de Humanos.

Trívia Editar

Conceituação e Origem Editar

  •   Algumas das linhagens genéticas no Terceiro Período surgiram com base nos Vocaloids.

Referências Editar

  1. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  2. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  3. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  4. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  5. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  6. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  7. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  8. Sete Crimes e Punições (história) - Prólogo
  9. História do Pecado Original -Ato 1- Booklet - Secção 4. Moonlit Bear
  10. História do Pecado Original -Ato 2- Booklel
  11. Pecados Mortais: Conchita, a Devoradora Repulsiva - Hors D'oeuvre
  12. Pecados Mortais: Conchita, a Devoradora Repulsiva
  13. Evils Kingdom Booklet - Crônicas de Evillious - Ano 212
  14. Evils Kingdom Booklet - Crônicas de Evillious - Ano 301
  15. Pecados Mortais: Conchita, a Devoradora Repulsiva - Viande
  16. Pecados Mortais: Conchita, a Devoradora Repulsiva - Dessert
  17. Evils Kingdom Booklet - Crônicas de Evillious - Ano 399
  18. A Filha do Mal: Clôture of Yellow - Capítulo 1, Seção 1
  19. A Filha do Mal: Wiegenlied of Green - Capítulo 1, Seção 2
  20. A Filha do Mal: Clôture of Yellow - Capítulo 1, Seção 1
  21. The Daughter of Evil: Clôture of Yellow - Capítulo 1, Seção 1
  22. A Filha do Mal: Clôture of Yellow - Capítulo 4
  23. A Filha do Mal: Praeludium of Red
  24. Epic of Evil: Fanbook A Filha do Mal - Aftermath - Kyle
  25. Pecados Mortais: Presente da Princesa do Sono - Capítulo 5
  26. Pecados Mortais - Presente da Princesa do Sono - Capítulo 2
  27. Pecados Mortais: Presente da Princesa do Sono - Capítulo 5
  28. A Ira de Nêmesis Booklet - Linha do Tempo
  29. Evils Kingdom Website- Perfis
  30. Evils Kingdom Booklet - Crônicas de Evillious - Ano 878
  31. Evils Kingdom Booklet - Crônicas de Evillious - Ano 983
  32. A Ira de Nemesis Booklet - Linha do Tempo
  33. A Ira de Nêmesis Booklet
  34. Sete Crimes e Punições (história) - Prólogo
  35. Pecados Mortais: Mestre do Paraíso Celestial - Capítulo 11, Parte 2
  36. Pecados Mortais: A Ira de Nêmesis - 7
  37. Pecados Mortais: Presente da Princesa do Sono - Capítulo 3
  38. Pecados Mortais: Presente da Princesa do Sono - Capítulo 7
  39. Gloom of Held
  40. Pecados Mortais: Julgamento de Corrupção
  41. Pecados Mortais: Quinto Pierrô - Parte 1, Capítulo 2